Negócios

Trump volta a demonstrar interesse pela Groenlândia

Presidente dos EUA postou imagem editada da costa da ilha com a icônica Trump Tower. Políticos locais consideram ideia absurda

Trump volta a demonstrar interesse pela Groenlândia

Trump – herdeiro de um império de construção – afirmou que a vasta costa da Groenlândia representa “essencialmente um grande negócio imobiliário” - AFP/Arquivos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a manifestar seu interesse na Groenlândia na noite desta segunda-feira (19) ao postar uma imagem editada da costa da ilha com a icônica Trump Tower. “Eu prometo não fazer isso com a Groenlândia”, afirmou o mandatário norte-americano.

A provocação vem dias depois de o jornal Wall Street Journal revelar os planos de Trump em comprar a maior ilha do mundo e território autônomo da Dinamarca. Horas mais tarde, o presidente admitiu interesse no negócio, mas afirmou que não era a sua prioridade. Para especialistas, o governo norte-americano está de olho na rica reserva de bens naturais e da posição estratégica da ilha.

Em entrevista no domingo, Trump – herdeiro de um império de construção – afirmou que a vasta costa da Groenlândia representa “essencialmente um grande negócio imobiliário”.

A divulgação da intenção de compra gerou reações imediatas na população da ilha e no governo dinamarquês, responsável pela sua segurança e assuntos internacionais. A premiê da Dinamarca, Mette Frederiksen, classificou a proposta como “absurda”. Outras lideranças políticas também se manifestaram ao afirmar que a ilha “não está à venda”.

O presidente dos EUA tem viagem agendada ao país europeu em setembro. Segundo o WSJ, ele aproveitaria a oportunidade para apresentar sua inusitada proposta de negócios. “Estrategicamente é interessante, mas falaremos com eles um pouco”, afirmou.