Giro

Trump pede pena de morte para autor de atentado contra maratona de Boston

Trump pede pena de morte para autor de atentado contra maratona de Boston

Djokhar Tsarnaev, coautor do atentado na Maratona de Boston em 2013 - FBI/AFP

O presidente americano, Donald Trump, pediu neste domingo (2) que o autor do atentado a bomba contra a maratona de Boston seja condenado à morte, ao criticar a anulação da sentença por uma corte de apelações.

“Tantas vidas se perderam ou foram arruinadas: a pena capital raramente foi tão merecida” por alguém como Dzhokhar Tsarnaev, tuitou o presidente americano, cuja campanha pela reeleição está baseada em sua “firmeza”.

“O governo federal deve reivindicar novamente a pena de morte (…) Nosso país não pode deixar que o erro do tribunal de apelações siga vigente”, acrescentou.

Uma corte de apelações anulou na sexta-feira parte da sentença contra Djokhar Tsarnaev por irregularidades no processo de escolha do júri e remeteu o caso a um tribunal de primeira instância para que volte a examiná-lo.

Qualquer que seja a decisão final, o acusado permanecerá no mínimo preso pelo resto da vida.

Djokhar Tsarnaev, um estudante de origem chechena, foi condenado à morte em junho de 2015 por ter colocado em 2013, juntamente com seu irmão mais velho, Tamerlan, duas bombas artesanais perto da linha de chegada da maratona de Boston, causando três mortes e ferimentos em outras 264 pessoas.

Tamerlan foi morto pelas autoridades três dias depois do atentado. Djokhar Tsarnaev, hoje com 27 anos, tinha 19 anos quando ocorreu o atentado e sua defesa diz que agiu sob influência do irmão mais velho.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel