Sustentabilidade

Trump ignora críticas e mantém padrões de contaminação da era Obama

Trump ignora críticas e mantém padrões de contaminação da era Obama

(2019) Vista da poluição atmosférica em Los Angeles - GETTY IMAGES/AFP

A Agência de Proteção Ambiental (EPA) do governo de Donald Trump anunciou nesta segunda-feira que irá manter os padrões de contaminação atmosférica por ozônio nos Estados Unidos estabelecidos em 2015 pelo governo de Barack Obama, apesar das críticas recebidas de associações que consideram a norma pouco rigorosa.

“A EPA propõe a manutenção dos padrões atuais de ozônio sem alterações”, disse o chefe da agência, Andrew Wheeler, em entrevista coletiva. O padrão foi estabelecido em 70 partes por bilhão (ppb) ao nível do solo, como parte de um acordo entre a associação de proteção da saúde, ambientalistas e indústrias. O governo Obama considerou este nível suficientemente protetor.

O ozônio é o componente principal do “smog”, nevoeiro com poluição que encobre com regularidade cidades como Los Angeles. O gás é prejudicial a pessoas que sofrem de asma e a crianças, cujos pulmões ainda estão em formação. Já na atmosfera, a camada de ozônio é benéfica, uma vez que filtra a radiação ultravioleta.

A lei americana que regula as emissões atmosféricas, Lei do Ar Limpo, demanda que o governo revise a norma a cada cinco anos, baseando-se em considerações sanitárias e com “uma margem de segurança adequada”.

Ativistas, principalmente a Associação Americana do Pulmão, fizeram campanha para que a norma fosse ajustada para 60 ppb. “Estamos decepcionados, ignoram incontáveis evidências médicas que mostram que seria necessário um padrão mais baixo para proteger a saúde dos americanos”, disse à AFP Paul Billings, da Associação do Pulmão.

Andrew Wheeler afirmou que as concentrações de ozônio no país caíram 4% entre 2017 e 2019.

Veja também

+Caixa paga hoje (13) auxílio emergencial para nascidos em maio

+Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?