Agronegócio

Trigo ucraniano encontra uma forma de chegar ao mercado, diz CEO da Aryzta

Trigo ucraniano encontra uma forma de chegar ao mercado, diz CEO da Aryzta

Lavoura de trigo



ZURIQUE (Reuters) – O trigo ucraniano está chegando aos mercados mundiais apesar da invasão russa, disse o chefe do grupo suíço de produtos de panificação Aryzta em entrevista a um jornal.

“No momento, as quantidades de grãos ainda estão lá, eles simplesmente não podem ser exportados sob controle ucraniano. Mas eles encontram outras maneiras de entrar no mercado mundial. Porque grãos são dinheiro, e dinheiro significa armas”, disse o CEO Urs Jordi em entrevista publicada nesta sexta-feira pelo jornal suíço Finanz und Wirtschaft.

“Quando os navios puderem deixar o porto (ucraniano bloqueado) de Odesa novamente de maneira controlada, os preços vão se corrigir até certo ponto. O fator decisivo será se os agricultores da Ucrânia podem semear trigo de inverno no outono”, acrescentou.

Questionado sobre o que aconteceria se não fosse esse o caso, ele disse: “Basicamente, nós nos abastecemos com farinha local. Mas haveria uma escassez de 30% de trigo no mercado mundial e isso aumentaria ainda mais os preços”.




As exportações de grãos da Ucrânia caíram 43% em relação ao ano anterior, para 1,41 milhão de toneladas em junho, informou o Ministério da Agricultura nesta sexta-feira, mas as exportações de grãos para a temporada 2021-22, encerrada em 30 de junho, aumentaram 8,5%, para 48,5 milhões de toneladas, impulsionadas por fortes embarques anteriores à invasão de 24 de fevereiro.

As exportações de trigo subiram para 18,7 milhões de toneladas na temporada 2021/22, ante 16,6 milhões no ano anterior.

(Reportagem de Michael Shields)


tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI601Y7-BASEIMAGE