Política

Tribunal de Contas de Minas alerta Pimentel sobre gastos

O Tribunal de Contas de Minas Gerais emitiu dois alertas ao governador Fernando Pimentel (PT) por extrapolar limites de despesas com pessoal e com a dívida do Estado os quatro primeiros meses do ano. O julgamento na corte de contas foi feito na quarta-feira, 4.

Um dos alertas foi emitido em relação à despesa com pessoal no primeiro quadrimestre. Pelo relatório do TC do Estado, os gastos com o pagamento de funcionários representou 48,12% da Receita Corrente Líquida do Estado no período, ultrapassando 90% do teto estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, ou seja, quase atingindo o limite total. Em caso de descumprimento do teto, governadores ficam sujeitos a processos de cassação. Pelo mesmo motivo, o alerta também foi direcionado ao procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet.

Outro alerta ao governador foi em razão da extrapolação, também de 90%, do limite referente ao gasto público referente à Dívida Consolidada Líquida, conforme determina resolução do Senado sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os alertas, conforme divulgado pela assessoria do tribunal, seriam publicados no Diário Oficial de Contas e comunicados ao governador e ao procurador-geral.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

alerta Pimentel TCM