Edição nº 1075 22.06 Ver ediçõs anteriores

A transformação da EMS

A transformação da EMS

Aos poucos, o laboratório brasileiro EMS vai ganhando espaço em outras áreas da indústria farmacêutica. Prova disso é que a empresa, pioneira e líder no mercado de genéricos no País, cujo faturamento líquido alcançou R$ 2,92 bilhões em 2016, passou a dar mais destaque para o segmento de prescrição médica. Segundo Marcus Sanchez, vice-presidente Institucional da EMS, a companhia contratou um exército de funcionários para se aproximar dos médicos. Em 2016, 150 pessoas foram recrutadas deixando o setor com 1,5 mil funcionários. Em 2017, seguirá no mesmo ritmo. “É um negócio muito importante para nós”, diz Sanchez.

Os números não mentem: no ano passado, os segmentos de genéricos e o de prescrição tiveram o mesmo resultado no faturamento, representando, cada um, 35% no balanço da empresa. Para 2017, a expectativa é a de que o faturamento da EMS seja 20% maior, quando comparado com 2016. Grande parte desse aumento, diz Sanchez, virá da área de prescrição, que se consagrará como o modelo de negócio mais importante em termos de faturamento. “Neste ano, a área de prescrição médica vai superar a de genéricos”, diz o executivo. O esforço do laboratório para que isso ocorra rapidamente também pode ser observado pelos investimentos em novos medicamentos. Anualmente, 6% do faturamento são destinados ao desenvolvimento de produtos.

(Nota publicada na Edição 1034 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Ralphe Manzoni Jr. e Paula Bezerra)


Mais posts

“A Kroton será uma nova empresa daqui a cinco anos”

O grupo educacional Kroton, com faturamento de R$ 5,6 bilhões e mais de 1 milhão de alunos atendidos nos ensinos básico e superior, [...]

Messi ainda domina o campo dos negócios

A Croácia, de fato, deu uma aula de futebol para a seleção Argentina e fez o craque Lionel Messi desaparecer em campo. Mas, quando o [...]

Cadeira vaga na presidência

Nos últimos meses, uma guerra nos bastidores se instalou na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) contra a atual gestão [...]

Na rota da expansão

A transportadora RTE Rodonaves, do grupo que leva o mesmo nome e fatura R$ 1,1 bilhão por ano, traçou uma ambiciosa rota de crescimento [...]

Braço de computação em nuvem da Amazon tem novo comando no Brasil

O executivo Cleber Morais, um dos mais experientes do setor de tecnologia, vai assumir mais uma grande empresa do segmento no Brasil. [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.