Edição nº 1052 12.01 Ver ediçõs anteriores

A transformação da EMS

A transformação da EMS

Aos poucos, o laboratório brasileiro EMS vai ganhando espaço em outras áreas da indústria farmacêutica. Prova disso é que a empresa, pioneira e líder no mercado de genéricos no País, cujo faturamento líquido alcançou R$ 2,92 bilhões em 2016, passou a dar mais destaque para o segmento de prescrição médica. Segundo Marcus Sanchez, vice-presidente Institucional da EMS, a companhia contratou um exército de funcionários para se aproximar dos médicos. Em 2016, 150 pessoas foram recrutadas deixando o setor com 1,5 mil funcionários. Em 2017, seguirá no mesmo ritmo. “É um negócio muito importante para nós”, diz Sanchez.

Os números não mentem: no ano passado, os segmentos de genéricos e o de prescrição tiveram o mesmo resultado no faturamento, representando, cada um, 35% no balanço da empresa. Para 2017, a expectativa é a de que o faturamento da EMS seja 20% maior, quando comparado com 2016. Grande parte desse aumento, diz Sanchez, virá da área de prescrição, que se consagrará como o modelo de negócio mais importante em termos de faturamento. “Neste ano, a área de prescrição médica vai superar a de genéricos”, diz o executivo. O esforço do laboratório para que isso ocorra rapidamente também pode ser observado pelos investimentos em novos medicamentos. Anualmente, 6% do faturamento são destinados ao desenvolvimento de produtos.

(Nota publicada na Edição 1034 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Ralphe Manzoni Jr. e Paula Bezerra)


Mais posts

A receita do China In Box

Em tempos de concorrência acirrada e polpudos investimentos em fast food, como a recente compra da operação brasileira da Pizza Hut e [...]

Saúde sem susto

Se existem setores promissores no Brasil, um deles, com certeza, é o de saúde privada. A falência do sistema público de saúde e os [...]

A recuperação da classe C

Juros mais baixos, queda no desemprego e diminuição do endividamento. Essa é a fórmula que fará as famílias de baixa renda voltarem a [...]

“O mercado de luxo nunca esteve tão forte”

Entrevista com Matthew Upchurch, CEO da Virtuoso

Frase da semana

“Posso dizer quase com certeza que as moedas virtuais terão um fim ruim” Warren Buffett, megainvestidor americano (Nota publicada na [...]
Ver mais

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.