Economia

Transações bancárias do PIX funcionarão por meio de chaves digitais

Crédito: Raphael Ribeiro/BCB

Criado pelo Banco Central, o PIX será uma nova forma de realizar operações de compra, venda e transferências bancárias no Brasil (Crédito: Raphael Ribeiro/BCB)

O PIX, novo sistema de intermediação de pagamentos e transferências criado pelo Banco Central para facilitar transações financeiras, terá o cadastramento de chaves no dia 5 de outubro. Através dessas chaves as pessoas poderão se identificar por meio do CPF, CPNJ, ou do número de celular e e-mail.

Será por meio delas que os vendedores, ou consumidores, serão encontrados no sistema de pagamentos do BC. Essas transações serão feitas através de QR Code ou links gerados diretamente no smartphone, que já terão os dados bancários de quem vai receber o pagamento ou transferência, retirando a necessidade de informar dados pessoais e de conta no banco, por exemplo.

+ Regulamento do PIX prevê figura do liquidante especial, diz BC
+ Será possível ofertar o ‘PIX agendado’, que é o pagamento em data futura, diz BC
+ “Com o PIX e o Open Banking, qualquer loja poderá criar seu próprio meio de pagamento”

Essa primeira fase do sistema foi anunciada nesta quarta-feira (12) pelo BC e existe uma expectativa de que isso provoque uma revolução na forma como os pagamentos são feitos no Brasil, já que eles serão instantâneos, gratuitos e não dependerão do expediente bancário para entrarem na conta de quem receber os valores.

Vale lembrar que o PIX não será um aplicativo, muito menos um banco. Ele apenas vai agregar todos os tipos de contas de todos os bancos credenciados pelo Banco Central e virar uma opção junto ao DOC ou TED.

Por ora, as transferências só poderão ser feitas online, mas o BC planeja habilitar as operações offline já em 2021 e as próprias instituições bancárias cuidarão do cadastramento de chaves no sistema do PIX.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel