Giro

Tradicional tecelagem Santaconstancia entra com pedido de recuperação judicial

Crédito: Divulgação/Santaconstancia

Família Pascolato em foto divulgada no site da empresa (Crédito: Divulgação/Santaconstancia)

Fundada em 1948, a tradicional tecelagem Santaconstancia entrou com pedido de recuperação judicial. A decisão foi tomada como medida preventiva, como forma de resguardar a operação da companhia com base em um plano de reestruturação.

Segundo a Folha de São Paulo, a Santaconstancia foi dirigida pelos irmãos Alessandro e Constanza Pascolato, figura mais conhecida da empresa. Após 35 anos na sociedade, Constanza deixou de ser a empresa em 2017. Alessandro ficou como dirigente e único acionista da marca.

+ Pedidos de recuperação judicial caem 3,2% em abril
+ Câmara aprova novas regras de recuperação judicial durante pandemia 

Em nota, a marca afirmou que registrou crescimento em 2019 e vinha equacionando fluxos financeiros, mas “a crise de liquidez provocada pela pandemia do novo coronavírus interrompeu esse processo”.

“Diante do cenário que afeta sobremaneira toda a indústria têxtil, a Santaconstancia precisou buscar outro mecanismo para honrar seus compromissos e reequilibrar sua gestão financeira”, informou a empresa.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança