Estilo

Tradição com modernidade

Construído em 1906 na Times Square, o Nickerbockers Hotel combina história, localização e um badalado rooftop com vista para o coração de Manhattan

Tradição com modernidade

Você com certeza já ouviu falar do New York Knicks, o time de basquete que nas décadas de 1980 e 1990 rivalizava com o mítico Chicago Bulls de Michael Jordan. Mas talvez não saiba que o nome completo do time, New York Knickerbockers, é também o de um dos hotéis mais luxuosos e antigos da cidade. A palavra tem origem no século 17, quando colonos holandeses começaram a chegar aos EUA, vindos do outro lado do Atlântico. Eles usavam calças muito características, enroladas logo abaixo do joelho, que ficaram conhecidas como knickerbockers. A indumentária incluía ainda um chapéu de três pontas, peruca e sapatos com fivelas, mas foram as calças curtas que deram o apelido pelo qual os imigrantes ficariam conhecidos. E os knickerbockers passaram a ser um dos símbolos mais duradouros da cidade.

Foi ainda em 1845 que o time de beisebol de Manhattan foi formado usando esse nome: New York Knickerbockers. Mais de cem anos depois, em 1946, o nome ressurgiu, desta vez para batizar um time de basquete. Àquela altura, o hotel erguido no coração de Manhattan, na Times Square com a rua 42, já completava quatro décadas. Inaugurado em 1906, ele tem a localização perfeita para quem gosta de andar a pé, já que dá acesso à maioria dos pontos turísticos de Nova York.

O charmoso Bryant Park fica a duas quadras dali. As lojas da Quinta Avenida e os teatros da Broadway também estão bem pertinho. Sem contar que o próprio hotel é uma atração imperdível. Seu bar ao livre, no concorrido Rooftop, oferece uma vista incrível da Times Square. Além da famosa bola gigante lançada dali na noite de réveillon, o ambiente descontraído é animado por um DJ nos finais de semana. Já no estrelado restaurante do chef Charlie Palmer é possível conhecer as novidades da melhor gastronomia contemporânea, com um cardápio que valoriza os ingredientes de cada estação fornecidos por pequenos produtores rurais do Vale do Rio Hudson e por pescadores da costa do Atlântico Norte. A proximidade com os teatros da Broadway faz do restaurante o destino perfeito para jantares antes e depois dos espetáculos.

Apesar da agitação ao redor, os quartos são silenciosos, com janelões de vidro anti-ruído e black-outs que garantem noites tranquilas de sono. E se você quiser sentir a hipnotizante atmosfera luminosa da Times Square, é só abrir a cortina. A localização também atrai executivos para reuniões de negócios durante o café da manhã.
Ainda que ocupe um edifício construído há mais de 100 anos, o interior do hotel traz todo o conforto que se espera de uma acomodação modernizada por reformas e restaurações que preservaram todo o espaço e o charme dos velhos tempos acrescentando soluções atuais, seja na iluminação, no mobiliário ou nos detalhes dos banheiros.

Como se sabe, o verão de Nova York, apesar do calor, é sempre cool, com muitos festivais ao ar livre. Dá para curtir a cidade à pé ou alugar uma bike. Ninguém pensa em ficar só no hotel, é claro, mas que dá vontade de voltar logo do passeio para desfrutar as delícias dele, ah, isso dá.

Informações e reservas: The Leading Hotels of the World, www.lhw.com