Negócios

Toyota vai pagar US$ 180 milhões para resolver violações de emissões nos EUA

Crédito: Arquivo / AFP

O Departamento de Justiça disse que, entre 2005 e 2015, a montadora japonesa deixou de apresentar notificações de recalls (Crédito: Arquivo / AFP)

A Toyota vai pagar US$ 180 milhões para resolver as acusações de que não cumpriu com as regras que obrigam as montadoras a relatar problemas com as emissões dos veículos às autoridades, disse o Departamento de Justiça dos Estados Unidos na quinta-feira (14)

“A Toyota paga o preço por sua má conduta com uma multa civil de US$ 180 milhões e um acordo para uma medida cautelar para garantir que suas violações não se repitam”, disse o procurador-geral assistente Jeffrey Bossert Clark em um comunicado.

+ Ferrari entra no mercado SUV com lançamento do Purosangue em 2022

O Departamento de Justiça disse que, entre 2005 e 2015, a montadora japonesa deixou de apresentar notificações de recalls de emissões ou defeitos exigidos pela Lei do ar limpo dos EUA.



Os gerentes no Japão estavam cientes da não conformidade e a empresa só retomou o depósito em 2015, quando alguns dos avisos atrasaram oito anos, disse o Departamento de Justiça.

“A conduta da Toyota provavelmente resultou em recalls atrasados ou evitados, com a Toyota obtendo um benefício econômico significativo, empurrando os custos para os consumidores e aumentando o tempo que os veículos não reparados com defeitos relacionados às emissões permaneceram nas estradas”, disse o departamento.

A multa é a maior de todos os tempos por violação dos requisitos de relatórios, e a Toyota também concordou em seguir as regras no futuro, disse o governo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel