Top 4, crimes da quarentena

Top 4, crimes da quarentena

AUXÍLIO VIA CEF Quase para surpresa de ninguém, desde que foi anunciado pelo governo o Auxílio Emergencial de R$ 600 para profissionais autônomos, foram identificados diversos perfis falsos com o nome de Banco Caixa e de Auxílio Emergencial Caixa, simulando ser do suporte oficial da Caixa Econômica Federal. Qualquer usuário pode criar uma conta business no Instagram e no Facebook.

APPS E SITES No último mês, a Apura identificou na Play Store do Google apps falsos que, uma vez baixado, solicita ao usuário o preenchimento de um cadastro completo, entregando assim, seus dados pessoais.

LIVES FALSAS Se você já estava sem paciência para lives, imagine lives falsas? Contas fakes no Instagram e no Youtube durante a transmissão de conteúdo real de uma live têm o QR Code para doação financeira alterado, direcionado a uma conta do criminoso.

CERVEJA Criminosos utilizam o site de uma fabricante de cervejas e oferecem, por exemplo, quatro barris de cerveja grátis para que ‘você fique em casa’. O site pede para responder a algumas perguntas simples, compartilhar no whatsapp e por fim solicita o seu número de telefone para cadastrá-lo em serviços premium cobrando semanalmente um valor fixo que aparecerá na sua fatura de telefone.

8 DICAS PARA EVITAR FRAUDE
1. Evite clicar em links em e-mails não solicitados e tenha cuidado com os anexos de e-mail.
2. Use fontes confiáveis para obter informações baseadas em fatos sobre a Covid-19.
3. Não revele informações pessoais ou financeiras por e-mail e não responda a solicitações.
4. Antes de clicar em um link recebido por SMS ou whatsapp confirme se vai se tratar do site verdadeiro.
5. Valide se o aplicativo é oficial e correto antes de instalá-lo.
6. Verifique a autenticidade de uma instituição de caridade antes de fazer doações.
7. Quando for utilizar um QR Code para pagamento ou doação, verifique se realmente se trata do código vindo do site ou live oficial.
8. Se identificar uma fraude, denuncie para as autoridades responsáveis.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança


Mais posts

Quem mexeu no meu queijo?

Fatias de receitas das empresas on-line e de tecnologia em cada linha de produto ou serviço. No face, a maior parte veio de publicidade. Na microsoft, houve maior diversidade dentro do portfólio total. Dados sobre o primeiro trimestre de 2020 segundo o statista. Fabio x (Nota publicada na edição 1178 da Revista Dinheiro) Veja também […]

Rumo a Marte

Marte não é logo ali, mas neste julho três lançamentos são previstos para transportar sondas até lá: os projetos Mars 2020 (americano), Tianwen-1 (chinês) e o Emirates Mars Mission (dos Emirados Árabes Unidos). O programa espacial dos EAU rumo ao planeta tem apenas seis anos, mas a sonda mais avançada: a Al-Amal. (Nota publicada na […]

Logística da IOT

Em um estudo intitulado Next-Generation Wireless in Logistics, conduzido pela gigante global DHL (63 bihões de euros de faturamento em [...]

Myntelligence aposta no Brasil

Multinacional de tecnologia com foco em marketing digital, a Myntelligence inaugura sede em São Paulo e aposta no Brasil como hub [...]

E-commerce cresce 65,7%

Desde o início da pandemia mais de 125 mil lojas aderiram às vendas pelo e-commerce. Os dados são da ABComm (Associação Brasileira de [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.