Live da Dinheiro

“Tomar decisões sem informações é muito arriscado”, avalia o CEO do Neoway. Assista aqui

Crédito: Divulgação

Nesta segunda-feira (5), a Live da Dinheiro recebeu Kadu Monguilhott, que falou sobre a importância de ferramentas tecnológicas para medir riscos do negócio (Crédito: Divulgação )

O economista Carlos Eduardo Monguilhott, presidente da Neoway, maior empresa da América Latina de Big Data Analytics e Inteligência Artificial para negócios, foi o convidado da live da DINHEIRO, na tarde da segunda-feira (5). Kadu, como é mais conhecido, na entrevista, fala sobre a história da empresa – fundada em Santa Catarina, em 2002, e até hoje está cravada em Florianópolis – e as soluções inteligentes que eles oferecem para os clientes transformando informação em conhecimento; gerando produtividade e precisão para as estratégias de marketing, compliance, prevenção contra perdas, entre outros usos de dados, como no meio jurídico. “Tomar decisões sem informações é muito arriscado”, avalia o CEO.

+ Hoje, Kadu Monguilhott, CEO da Neoway: softwares inteligentes que produzem conhecimento por meio de números

Com cerca de 450 funcionários, eles atendem quase 800 clientes em cerca de 20 segmentos da economia. Eles atuam no setor financeiro, automotivo e de transporte, além da área de fraudes e análises de créditos. Na carteira de clientes da Neoway ainda somam construção civil, saúde e tecnologia. Na prática, a companhia dirigida Monguilhott trabalha com gestão da informação, que é um conjunto de práticas que as empresas utilizam para manter, gerenciar, administrar e organizar os dados gerados por elas, que geram precisão para seus clientes, sejam eles grandes, médios ou pequenos, na tomada de decisão. “Ter dados não significa a solução dos problemas. O importante está na análise das informações”, afirma.

O CEO entende que a tecnologia tem deixado tudo mais transparente e, com a ajuda da inteligência artificial, consegue-se ver ainda mais longe os cenários – tanto do mundo empresarial ou no campo jurídico -, apontando aonde estão as anormalidades e os potenciais problemas nos negócios. Na troca de ideias, ele disse que a Neoway tem ferramentas tecnológicas imprescindíveis para medir os riscos negociais monitorando milhões de dados públicos. Analisam-se informações sobre comportamentos de pessoas físicas e jurídicas que impactam decisões nas mais variadas áreas, inclusive compliance das empresas. “Em dez anos seremos a maior empresa de analytics do Brasil”, avalia.

Assista aqui a entrevista completa com o economista durante a Live da Dinheiro.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel