Giro

TJSP reverte decisão da Sony e libera PS5 de jogador banido

Crédito: Divulgação/PlayStation.Blog

O PS5 é um dos consoles mais vendidos neste final de ano (Crédito: Divulgação/PlayStation.Blog)

Na última sexta-feira (25), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou que um PlayStation 5 (PS5) bloqueado pela Sony fosse liberado. A japonesa baniu diversos jogadores em todo o mundo por, supostamente, desrespeitarem os termos e condições de uso.

Esses jogadores banidos haviam resgatado jogos da Plus Collection em outras contas e a Sony acabou identificando a movimentação ilegal. Na decisão da sexta-feira de Natal, o juiz Anderson Antonucci argumentou que a situação podia apresentar “perigo de dano irreparável ou de difícil reparação”, segundo o Tecmundo.

+ Norte-americano compra PS5 pela internet e recebe caixa com tijolos
+ Com PS5 e Xbox fora de estoque, anúncios cobram o dobro do valor
+ Jogos de graça para PS4 e PS5: veja os títulos disponíveis em dezembro

A multa para a Sony seria de R$ 200 por dia até que o console seja reativado e o valor aplicado não pode ultrapassar o total cobrado pelo PS5 nas lojas, atualmente de R$ 4.199 na edição digital e R$ 4.699 na versão de mídia física.

A decisão, inédita no Brasil, abriu espaço para que outros jogadores que foram atingidos pela mesma determinação da Sony consigam rever o banimento na Justiça.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel