Giro

TIM interrompe patrocínio milionário com o Flamengo

Crédito: Divulgação/Flamengo

Landim, presidente do Flamengo, é acusado de não repassar o patrocínio ao time de vôlei (Crédito: Divulgação/Flamengo)

A TIM cancelou o patrocínio de R$ 4 milhões com o Flamengo. O montante dava apoio à equipe de voleibol do clube, em parceria com o Sesc-RJ. A renúncia de Delano Franco ao cargo de vice-presidente de esportes olímpicos estaria entre os motivos, segundo informações da coluna Olhar Olímpico do Uol.

Franco acusa Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, de não cumprir com o seu compromisso verbal de repassar o patrocínio, do projeto “Fla-Vôlei”, ao time de vôlei Sesc-RJ/Flamengo, que disputa a Superliga Feminina e tem a marca da TIM estampada no uniforme. A verba representaria 40% do orçamento.

+ Futebol da Globo sofre mais uma baixa e perde patrocínio da Ambev
+ Clubes europeus terão que reduzir salários em até 40%

Landim, no entanto, alega que nunca existiu um acordo, mas que o Flamengo cumpre o contrato feito com o time de vôlei, assim como paga o valor acordado, fornece material esportivo e espaço para treinamento na Gávea.



A TIM, por sua vez, diz que o motivo da desistência foi ocasionado por uma mudança de estratégia dos Esportes Olímpicos do Flamengo para o biênio 21/22.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel