Edição nº 1143 21.10 Ver ediçõs anteriores

Tik Tok. Sucesso e dúvidas

Aplicativo mais baixado no mundo em agosto (desde que foi lançado, em 2017, já foram 1 bilhão de downloads), o chinês TikTok preocupa até mesmo o Facebook – que testa uma versão concorrente no México, chamada Lasso. Seu criador, a ByteDance, tornou-se uma startup com mais valor de mercado que o Uber: US$ 75 bilhões. O app, já disponível em mais de 150 países, gera vídeos engraçados e musicais com uma média de 15 segundos. E seu apelo de público é bem claro, adolescentes ou muito jovens. Então qual seria o problema? A atuação política altamente alinhada do aplicativo junto às diretrizes do governo central chinês e de governos locais pelo mundo. Assim, na China não vai rolar lembrar o massacre da praça Tiananmen, que é crime. E na Turquia o TikTok proibiu tratar do separatismo curdo ou sobre o atual presidente, Recep Tayip Erdogan. Ao criar policies no campo do ativismo e da política, ele entra num pântano em que usuários não mais acreditam que as empresas podem fazer 100% do que querem com seus próprios produtos.

(Nota publicada na Edição 1141 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Touchscreen? Esqueça. Touch é sua jaqueta

Como diz a reportagem do The New York Times, a Levi’s Trucker Jacket, feita em colaboração com o Google, “faz muitas coisas [...]

Streaming ultrapassa TV paga

(Nota publicada na Edição 1143 da Revista Dinheiro)

Black Friday movimenta retargeting

Retargeting é a expressão usada no marketing digital para você ‘voltar a conversar’ com alguém que já tenha interagido com sua marca. Vale desde abordar novamente aquele cliente que estava com o carrinho de compras on-line pela metade e desistiu até a adaptação da comunicação para impactar alguém que até entrou em seu site, mas […]

KondZilla, nosso case global

Think With é uma newsletter do Google para compartilhar cases e boas práticas. Um dos recentes destaques de sua página em português é o [...]

Stadia: está mais para loja do que para Netflix

Data marcada: 19 de novembro. O Google definiu o lançamento do Stadia, seu serviço de jogos on-line. A plataforma permitirá que os games sejam acessíveis a partir de qualquer conexão e disponíveis para qualquer dispositivo. Também foi anunciada a primeira leva de títulos. São 31 games de 21 produtoras. O serviço contemplará 14 países, sem […]

Ver mais