Edição nº 1138 16.09 Ver ediçõs anteriores

Tigre Asiático. Mas do Brasil

Tigre Asiático. Mas do Brasil

Há três anos, a Tigre, a maior fabricante de encanamentos do País, montou uma operação na Ásia, mais especificamente na cidade de Shenzhen, metrópole ao sudeste da China que é considerada um dos principais pólos de inovação do mundo. Apesar de estar lá há pouco tempo, 5% do faturamento global do Grupo Tigre vem do empreendimento na Ásia, importante plataforma global de crescimento e aceleração para novos produtos e negócios. Neste ano, a operação chinesa começou a ter ainda mais protagonismo no desenvolvimento de novos produtos, com o lançamento de 30 itens nos vários segmentos nos quais a empresa atua.

(Nota publicada na Edição 1137 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Negócio de gente grande

Um dos maiores complexos temáticos do País, o cearense Beach Park deve fechar o ano com crescimento de mais de 20% sobre 2018. O grupo, [...]

Lugar de médico é no shopping

A proliferação das clínicas médicas populares tem levado grandes redes do setor a locais, digamos, pouco convencionais do mercado da [...]

Unidos pelo bilhão

A Duff & Phelps do Brasil, consultoria global de finanças corporativas, e a Kroll, empresa mundial de gestão de riscos e [...]

À procura de imigrantes

Enquanto o Brasil não sabe o que fazer com mais de 11 milhões de desempregados, o Canadá não sabe como preencher suas vagas de [...]

Contrate bem sem olhar a quem

A operação brasileira Oracle, uma das mais importantes da gigante americana de tecnologia, selecionou um recurso da brasileira HRTech [...]
Ver mais