Geral

The Verge: nasce o novo Facebook. Tem até um ‘Tinder’ nele


A Conferência de Desenvolvedores do Facebook (F8)  começou na terça-feira (30) e termina nesta quarta-feira (1º) sob um lema, explicitado pelo seu fundador e CEO, Mark Zuckerberg: “O futuro é da privacidade”. Depois de um ano atormentado pela controvérsia, a empresa parece decididamente se esforçar para ajudar as pessoas a se relacionarem com familiares próximos e amigos. Uma espécie de passo atrás em relação ao global e um à frente em direção à aldeia. Em sua puberdade – tem 15 anos –, a companhia passa por uma transformação hormonal. O site americano especializado em tecnologia e cultura digital The Verge elencou as transformações mais profundas para este novo Facebook.

  1. Facebook redesenhado

A rede vai passar por uma espécie de retrofit. Um redesenho em todos os seus espaços. O Feed de Notícias será minimizado. Zuckerberg chama o novo estágio de “FB5”, em que serão destacados grupos e eventos, criando uma guia de grupos proeminentes e um feed personalizado dos grupos aos quais o usuário se juntou – em vez de um feed de atualização generalizada de seus amigos. O redesenho também deve ajudar as pessoas a expandir seus círculos sociais. Ele inclui um recurso chamado Meet New Friends, que conecta estranhos que têm algo em comum (como uma escola ou um empregador). E também ofecere uma maneira mais fácil de encontrar eventos perto de você. Os aplicativos para Android e iOS estão recebendo uma atualização imediatamente. O site para computador será renovado nos próximos meses.

  1. Instagram terá novos recursos

O Instagram tem a reputação de ser um dos lugares mais amigáveis ​​da web, mas também um dos mais competitivos. Então, o Facebook está oferecendo mais maneiras de interagir com os seguidores, minimizando estatísticas que possam estressar as pessoas – como quantidade de likes em fotos ou vídeos. A ideia é “focar nas fotos e vídeos que você compartilha, e não em quantas curtidas eles têm”. O recurso será testado no Canadá e, se aprovado, estendido a outros países. Também está atualizando a interface da câmera e adicionando um novo Modo de Criação, que facilita o compartilhamento de conteúdo além das fotos e vídeos tradicionais, como questionários. A rede expandirá ainda o recurso que permite que as pessoas comprem produtos de dentro do aplicativo.

  1. Messenger mais focado

O Facebook está empurrando o feed de notícias para as margens em seu aplicativo principal, mas também está reformulando o Facebook Messenger como forma de acompanhar seus amigos. Você pode definir mensagens de status ou compartilhar fotos com pessoas de que gosta e confia, o que facilita a organização de sessões de hangouts off-line. Também está sendo trabalhado numa grande atualização em geral. No iOS, para ocupar menos espaço em seu telefone. A nova versão terá menos de 30MB, cerca de 20% do tamanho atual. E se você estiver usando o Messenger no computador, não precisará mais mantê-lo em uma guia do navegador. Haverá aplicativos de desktop para Mac e PC ainda este ano.

  1. Facebook Dating, o Tinder do FB

O Facebook introduziu um serviço de encontros na F8 do ano passado. Agora, anuncia que o Dating está se expandindo para mais 14 países – Brasil incluso. Nesta versão ele criou um recurso chamado Secret Crush, que faz exatamente o que você espera: criar uma lista secreta de amigos do Facebook pelos quais você é atraído, independentemente de terem ou não um perfil de relacionamento (namoro, relacionamento sério…). Se eles também estão usando o Secret Crush, e eles o adicionam à lista deles, o Facebook notificará vocês dois de que há uma correspondência. Não haverá compartilhamento de informações na plataforma do Facebook, apenas entre as pessoas.