Economia

Tesouro prevê insuficiência de R$ 342,1 bi para regra de ouro em 2020


O Tesouro Nacional revisou a projeção de insuficiência para o cumprimento da regra de ouro em 2020. Até o mês passado, o Tesouro previa uma insuficiência de R$ 362 bilhões para o cumprimento da regra de ouro em 2020. Segundo o órgão, porém, essa insuficiência poderia cair para 130,2 bilhões, com o uso de superávits financeiros de anos anteriores.

Agora, o Tesouro prevê uma insuficiência de R$ 342,1 bilhões para o cumprimento da regra, podendo cair para R$ 79,9 bilhões com o uso de superávits financeiros.

Capitalização de estatais

A União destinou R$ 9,6 bilhões à capitalização de estatais não dependentes em dezembro. A maior fatia foi para a Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), R$ 7,6 bilhões.

De acordo com o Tesouro Nacional, houve uma antecipação nos planos de capitalização para 2020 e a previsão deste ano é de apenas R$ 4 milhões.

Em 2020, houve redução ainda no pagamento de subsídios em R$ 4,9 bilhões, o que contribuiu para o resultado melhor.