Negócios

Tesla recebe autorização do governo para iniciar produção na China

A empresa está construindo uma fábrica de US$ 2 bilhões na China para baratear seus carros nos país

Tesla recebe autorização do governo para iniciar produção na China

CEO da Tesla, Elon Musk, e prefeito de Xangai, Ying Young, durante cerimônia nesta segunda-feira

A Tesla está construindo em Shangai uma fábrica gigantesca que irá custa US$ 2 bilhões. Apesar do plano, até hoje a empresa de Elon Musk não tinha autorização para iniciar sua produção na China, porém a questão foi resolvida nesta terça-feira (22), quando o ministério da indústria, informação e tecnologia do país adicionou a Tesla na lista de suas montadoras aprovadas. Desta maneira, a companhia caminha para cumprir a promessa de iniciar as atividades em sua nova giga-fábrica em abril de 2020.

O plano da empresa é se estabelecer na China através da nova fábrica, que irá possibilitar a venda de carros mais baratos no mercado local ao evitar taxas de importação de matérias primas. Desta maneira, o Model 3 Standard Range deverá custar US$ 47.529, valor 13% mais barato do que o atualmente praticado pela Tesla na China, que chegam importados dos Estados Unidos

O mercado chinês é estratégico para a Tesla, uma vez que é o maior do mundo para carros elétricos. Em 2018 a China foi responsável pela venda de 1,1 milhão de veículos elétricos. O país tem atualmente 2,3 milhões de unidades de carros elétricos, a maior frota do planeta segundo a Agência Internacional de Energia da China. A tendência é que o país asiático continue a liderar o mercado cuja projeção é atingir 5,5 milhões de unidades em 2025.

Tópicos

China fábrica Tesla