Economia

Tesla poderá reabrir fábrica na Califórnia na próxima semana

Tesla poderá reabrir fábrica na Califórnia na próxima semana

Foto de 9 de março de 2020, em Washington, de Elon Musk, chefe da Tesla - AFP/Arquivos

As autoridades da Califórnia disseram que a fábrica de Tesla em Fremont, onde se encontra a única linha de montagem de veículos elétricos da empresa nos Estados Unidos, pode reabrir “já na próxima semana”, embora sob certas condições sanitárias.

O anúncio, feito por meio de uma série de mensagens no Twitter entre quarta e quinta-feira, ocorre após ataques verbais e judiciais às autoridades estatais pelo chefe da empresa, Elon Musk, que também recebeu o apoio do presidente Donald Trump.

Trump apoia reabertura da Tesla após Musk desafiar as autoridades da Califórnia

Elon Musk ameaça mudar sede da Tesla por causa de medidas de restrição

As autoridades do condado de Alameda, que no início de maio haviam impedido o reinício das atividades na fábrica, explicaram que estudaram o plano de medidas da empresa diante da pandemia de COVID-19, um documento necessário para sua reabertura, e que “discutiram o assunto com os representantes da Tesla” para incluir recomendações adicionais de segurança.

“Se o plano de controle e prevenção da Tesla incluir essas atualizações e os indicadores de saúde pública permanecerem estáveis ou melhorarem, concordamos que a Tesla pode começar a aumentar suas operações comerciais esta semana, em preparação para uma possível reabertura na semana que vem”, escreveram.

Além disso, disseram que a polícia local se encarregará de garantir que a “Tesla adere ao distanciamento físico e que as medidas acordadas com o Departamento de Saúde Pública do Condado de Alameda serão aplicadas para a segurança dos trabalhadores enquanto se preparam para a produção total”.

Nos últimos dias, Musk contestou as autoridades por sua discordância com o fechamento do estado, entrou com uma ação para permitir a retomada da produção e até ameaçou mudar a sede e a fábrica de Tesla para fora da Califórnia.

No final de abril, a Tesla divulgou ganhos pela primeira vez em um primeiro trimestre em 17 anos, dizendo que, em 2020, poderia entregar mais veículos do que o prometido, apesar do fechamento prolongado de sua fábrica na Califórnia devido à pandemia.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança