Giro

Terça-feira dourada para o Brasil nos Jogos Mundiais Militares

O Brasil começou com tudo nesta terça-feira (22), quarto dia de competições dos Jogos Mundiais Militares (JMM), na cidade de Wuhan, na China. Foram ao todo 14 medalhas, quatro delas na Natação. Natural de Ribeirão Preto (SP), o nadador Guilherme Basseto faturou o ouro ao vencer a prova dos 50m costas, com o tempo de 25.34 segundos, dois a menos que o francês Jeremy Stavius (25.36), que ficou com a prata. O bronze ficou com o italiano Nicolo Bonacchi (25.21).

Também teve ouro para o Brasil  no lifesaving (salvamento aquático) na prova 4x50m revezamento feminino. A equipe formada pela nadadoras Priscila de Souza, Thais Xavier, Carolina Athayde e Isabel Fagundes fizeram o melhor tempo – 01:40:97 – com uma diferença apenas de 14 centésimos em relação à equipe chinesa (01:41:11), que ficou com a prata. O bronze foi para a equipe russa (01:41:16).

A natação brasileira conquistou ainda duas medalhas de prata nesta manhã: o paulista Pedro Spajari, de 22 anos, foi prata nos 100m livre ao completar a prova em 48.75 segundos. O ouro ficou com o russo Vladislav Grinev (47.86) e o bronze com o polonês Kacper Majchrzak (48.99).   O carioca Guilherme Costa, de 21 anos, também faturou a prata nos 400m livre ao completar a prova em 3:49:37, atrás apenas do chinês Xinjie Ji (3:48:33) que ficou com o ouro. O ucraniano Sergii Frolov (3:50:73) ficou com o bronze. E no somatório geral da natação hoje (22) também houve dois bronzes: na prova dos 4x200m livre (equipe formada pelas nadadoras Giovana Diamante, Larissa Oliveira, Manuella Lyrio e Gabrielle Roncato) e nos 50m borboleta com a nadadora Daiene Dias.

Golfe Feminino conquista dois ouros

Na prova individual feminina, a curitibana Miriam Suely Nagl, de 38 anos, faturou o ouro com o somatório de 288 tacadas. Em segundo lugar, com a prata,  ficou a francesa Josephine Farrado (301), e a norte-americana Linda Jeffrey levou o bronze (302).   No prova por equipes, mais um ouro:  o time brasileiro formado por Clara Teixeira, Laura Caetano e Miriam Suely Nagl foi o melhor com 595 tacadas, deixando para trás as equipes norte-americana (prata com 605 tacadas) e francesa (bronze, com 606 tacadas).

Arremesso de peso

O primeiro ouro de hoje (22) saiu nesta madrugada, como Darlan Romani, que conquistou o bicampeonato no arremesso de peso, ao alcançar a marca de  22m36cm.  A prata ficou com o polonês Konrad Bukowiecki  (21m84cm) e o bronze com Bob Bertemes (20m66cm), de Luxemburgo.

O primeiro título de Romani nos JMM foi na última edição, na Coreia do Sul. Recentemente, o brasileiro conquistou o ouro nesta modalidade no Pan-Americano de Lima, no Peru.

Quadro de medalhas

Com os triunfos desta terça-feira, o Brasil subiu para a terceira posição no quadro de medalhas, com um total de 40 (nove ouros, 13 pratas e 18 bronzes). A China segue na liderança com 93 (54 ouros, 24 pratas e 15 bronzes).