Meio ambiente

Florence poderia se tornar furacão ‘extremamente perigoso’

Florence poderia se tornar furacão ‘extremamente perigoso’

Tempestade tropical Helene, em 8 de setembro de 2018, frente à costa da África - NOAA/RAMMB/AFP

A tempestade tropical Florence, que se aproxima da costa leste dos Estados Unidos, pode se converter em um furacão “extremamente perigoso” entre domingo e segunda-feira – informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), que lançou um alerta de vigilância.

“Prevemos que Florence ganhe força rapidamente e se torne um grande furacão até segunda-feira, e deve permanecer como um furacão extremamente perigoso até terça-feira”, anunciou o NHC em boletim divulgado às 21h GMT (18h de Brasília) de domingo.

O governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, declarou situação de emergência na sexta-feira para enfrentar o fenômeno. A Carolina do Sul seguiu o mesmo caminho no sábado.

A Marinha americana ordenou que todos seus navios abandonem a área de Hampton Roads, diante da passagem do furacão.

Florence é o primeiro furacão de categoria 4 da temporada, mas se debilitou ao entrar em contato com águas mais frias, embora agora esteja entrando em uma área mais quente, segundo meteorologistas.

O NHC pediu às pessoas “ao longo da costa leste dos Estados Unidos, especialmente do norte da Flórida até a Carolina do Norte, deverão acompanhar de perto a progressão do Florence, assegurar-se de que têm um plano sobre o furacão e seguir os conselhos das autoridades locais”.