Ciência

‘Temos uma vacina que consegue controlar a pandemia’, afirma Butantan

Crédito: Reprodução/YouTube/Governo de SP

Ricardo Palácios: "A gente tinha previsto que a vacina tinha que ter uma menor eficácia nos casos mais leves e uma maior eficácia nos casos mais graves" (Crédito: Reprodução/YouTube/Governo de SP)

O governo de São Paulo e o Instituto Butantan revelaram que a taxa de eficácia geral da vacina Coronavac, para o combate contra a covid-19, é de 50,38%.

“A gente tinha previsto que a vacina tinha que ter uma menor eficácia nos casos mais leves e uma maior eficácia nos casos mais graves. Então esta é uma vacina eficaz. Temos uma vacina que consegue controlar a pandemia”, afirmou Ricardo Palácios, diretor médico de pesquisa clínica do Instituto Butantan.

Neste momento, o governo e o instituto realizam entrevista coletiva, em São Paulo, para anunciar mais detalhes sobre a vacina, que é produzida pelo Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

+ Campanha presidencial portuguesa é suspensa devido à infecção do presidente
+ Covid-19: sem data para vacinação, pasta da Saúde adia reunião com governadores

O Butantan já havia informado que a Coronavac tem eficácia de 78% para caso leves da infecção por coronavírus.

Nos casos moderados e graves, segundo o instituto, o imunizante teria apresentado eficácia de 100%.

 


Veja também
+ Trombose após vacinação com AstraZeneca: Quais os sintomas e como se deve atuar?
+ Auxílio: Governo antecipa pagamento da terceira parcela; veja o calendário
+ Confira 5 cuidados para ter na hora de vender um carro
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Ex-polegar é atropelado após encontro com Bolsonaro