Finanças

Taxas futuras de juros têm viés de baixa com dólar e exterior positivo

Os juros futuros operam com viés de baixa nesta primeira sessão de março, influenciados pelo recuo do dólar ante o real em meio ao bom humor no exterior com a aprovação do pacote fiscal na Câmara dos Estados Unidos. O movimento, no entanto, é bem moderado diante das preocupações com os riscos fiscais com o auxílio emergencial e avanço da covid-19 pelo Brasil, impondo novos “lockdowns” em várias cidades. Às 9h07 desta segunda-feira, a taxa de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 7,83%, de 7,85%, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 marcava 5,56%, de 5,59% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2022 marcava 3,73 de 3,76% no ajuste de sexta-feira.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

taxas de juros