Finanças

Taxas futuras de juros recuam após IPCA-15 abaixo da mediana e em linha com dólar

Os juros futuros recuam nesta sexta-feira, 22, em linha com o dólar e após o resultado do IPCA-15, que embora tenha acelerado em novembro, com alta de 0,14%, veio abaixo da mediana das estimativas do Projeções Broadcast (0,16%) e é o menor resultado para um mês de novembro desde novembro de 1998.

Em 12 meses, o índice acumula alta de 2,67%, acima da mediana (2,68%), mas ainda assim bem abaixo do centro da meta estabelecida para inflação no ano (4,25%). Segundo um profissional de renda fixa, a aceleração do IPCA-15 não muda a percepção de inflação bem ancorada.

Às 9h11 desta sexta, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 estava em 4,690%, de 4,729% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 estava em 5,87%, de 5,93%, enquanto o vencimento para janeiro de 2027 marcava 6,75%, de 6,81% no ajuste anterior.

Tópicos

taxas de juros