Finanças

Taxas futuras de juros avançam com dólar em meio a mal-estar sobre Previdência

Os juros futuros renovaram máximas na manhã desta terça-feira, 7, pressionados pela ampliação dos ganhos intraday do dólar ante o real. Segundo um operador, predomina o desconforto de que a reforma da Previdência pode não ocorrer neste ano.



O mercado, que já vinha apostando nessa possibilidade, teve a certeza na segunda-feira, 6, de que a reforma da Previdência não deve sair, conforme admitiu o presidente Michel Temer em reunião com líderes partidários, cita um operador de renda fixa.

Às 9h43, o DI para janeiro de 2020 marcava 8,51%, máxima, de 8,47%, enquanto o DI para janeiro de 2021 estava em 9,35%, máxima, de 9,28% no ajuste anterior.

No câmbio, o dólar à vista registrava máxima intraday aos R$ 3,2794 (+0,66%). O dólar futuro de dezembro avançava aos R$ 3,290 (+0,92%).

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto

Tópicos

taxas de juros