Finanças

Taxas de juros sobem em meio à alta de T-notes; reunião ministerial fica no radar

O movimento é de alta dos juros futuros nesta manhã de quarta-feira, alinhados à alta dos juros dos Treasuries e apesar do dólar estar em baixa ante o real e outras moedas emergentes, com investidores atentos à reunião ministerial do governo, da qual participara o ministro da Economia, Paulo Guedes, que interrompeu suas férias para voltar para Brasília. “No quadro brasileiro, a compreensão da dinâmica do aspecto sanitário e do cenário econômico apontam para um quadro de grandes dificuldades para o País neste início de ano”, destacam economistas da Renascença DTVM, em nota a clientes. Às 9h16 desta quarta, o DI para janeiro de 2027 estava em 6,58%, de 6,50% no ajuste de terça. O DI para janeiro de 2023 marcava 4,37%, de 4,30%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 exibia 2,93%, de 2,90% no ajuste de ontem.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel



Tópicos

taxas de juros