Finanças

Taxas de juros disparam com fiscal e cresce chance de alta da Selic em dezembro

Crédito: Arquivo/Istoé Dinheiro

Selic alta e pedaladas do governo estão acelerando mercado interno (Crédito: Arquivo/Istoé Dinheiro)

Esta terça-feira (29) é de mais inclinação da curva de juros, com alta mais acentuada dos longos em meio aos temores com o cenário fiscal. Com o maior prêmio de risco, a curva de juro a termo precificava, pouco depois das 9h, 48% de chance de alta da Selic em outubro (de 40% ontem) e 60% em dezembro (de 52% ontem), segundo cálculos do Banco Haitong de Investimentos. Para janeiro, a precificação segue sendo de 100% de probabilidade de alta.

+ IGP-M avança para 4,34% em setembro, após alta de 2,74% em agosto, revela FGV
+ Necton eleva projeção do dólar a R$ 6 em 2020 após anúncio do Renda Cidadã

Às 9h18 desta terça, o Di para janeiro de 2027 subia a 7,71%, de 7,62% na segunda-feira, enquanto o vencimento para janeiro de 2025 subia a 6,68%, na mínima, de 6,61%. O DI para janeiro de 2023 exibia 4,63%, de 4,54%, e o para janeiro de 2022 estava em 3,12%, na mínima, de 3,06%.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?