CAPITÃO ADRIANO/MORTE/MP-BA/PROIBIÇÃO/CREMAÇÃO