Tá ruim, mas tá bom

Tá ruim, mas tá bom

A aérea brasileira Azul não tem os chuveiros cromados da Emirates, os chocolates Godiva da Lufthansa, o champanhe Taittinger Comtes Blanc de Blancs da Air France-KLM e nem o salmão fresco do Alasca servido pela Air Canada. Mesmo assim, conquistou pela primeira vez o título de Melhor Companhia Aérea do Mundo pelo Tripadvisor Travelers’ Choice Award 2020, uma das mais respeitadas premiações do mundo no setor e que leva em conta o voto dos passageiros. O título chega num momento inusitado. Com 70% da companhia sem operar, a Azul vive um dos mais turbulentos períodos de sua história. A empresa contabilizou prejuízo de R$ 6,1 bilhões no primeiro trimestre, contra um lucro de R$ 125,3 milhões no mesmo período de 2019. “Ser o melhor do mundo em qualquer coisa, em qualquer situação, aumenta em muito a nossa responsabilidade”, afirmou à DINHEIRO o CEO da companhia, John Rodgerson. “Isso vai ajudar no processo de retomada. Hoje estamos voando praticamente para cobrir custos de combustível, com o preço das passagens mais baratas do que nunca, mas sem perder o foco na qualidade dos serviços e na recuperação”, afirmou o executivo americano. Na segunda metade de março, em reação à pandemia, a Azul reduziu seus voos diários em 50%. Esse percentual chegou a 90% em abril. A expectativa de Rodgerson é encerrar o ano com 50% da capacidade da companhia. “Vamos demorar uns 18 meses para estar com 100% de novo. Todos estão sofrendo, menos os supermercados”, disse.

(Nota publicada na edição 1182 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Uma casa muito engraçada (e flexível)

O imóvel do futuro não será a casa de campo, os microapartamentos próximos a estações de metrô e nem os dúplex com varanda gourmet com [...]

Crescimento nas nuvens

O isolamento social e as mudanças nos hábitos de consumo estimulam as organizações a seguirem o mesmo caminho. Um levantamento da Arki 1, empresa de treinamento especializada em Google Cloud, teve alta de 752% em junho nas inscrições nos treinamentos para tecnologia em nuvem. Segundo o CEO Marcos Farias, a disseminação do ensino a distância […]

Faturamento de gente grande

O youtuber Luccas Neto, embora seja criticado por educadores e mães de crianças pequenas Brasil afora por causa de seus vídeos na [...]

Fundo ASG de R$ 5 bilhões

A gestora de capitais Integral Brei acaba de estruturar o primeiro Fundo Imobiliário ASG (Ambiental, Social e Governança) do País. O [...]

Os degraus da Hitachi ABB

A multinacional Hitachi ABB Power Grids, especializada em redes elétricas e criada a partir da união da japonesa Hitachi com a suíça [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.