Giro

Surdolimpíada chega ao 14º dia com chance de medalhas para o Brasil

 A equipe brasileira tem chance de conquistar mais cinco medalhas neste sábado (14), penúltimo dia de competições da 24ª edição das Surdolimpíadas. O futebol feminino espera apenas a confirmação do bronze no quadro de medalhas. Como a delegação do Japão continua sem sair da concentração, o terceiro lugar será do Brasil. A partida que seria disputada neste sábado nem aparece mais na programação oficial da competçião.



Desta forma, o Brasil chega a cinco bronzes, mas a cerimônia de entrega das medalhas está marcada apenas para domingo (15), após a final entre Estados Unidos e Polônia, que entram em campo às 10h, no Estádio Centenário.

Em instantes, a seleção brasileira feminina de handebol entra em quadra contra o Quênia, no ginásio poliesportivo da Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Caso vença o duelo, o time verde e amarelo participa da cerimônia de premiação às 18h.

As finais do atletismo serão disputadas à tarde, no Centro Esportivo do Sesi, com três brasileiros em busca do pódio. Às 16h, Jonas Petry tenta medalha no arremesso de disco. Classificado para a final com o quarto melhor tempo, Romailson Santana disputa os 800m rasos a partir das 16h30min. Jéssica Galdino entra na pista às 16h50min, nos 5.000m.

A 24a Surdolimpíada termina amanhã com a maratona, que começa às 8h, e com as finais do futebol masculino e feminino. A Ucrânia lidera o quadro de medalhas, com 56 de ouro, 36 de prata e 37 de bronze, em um total de 129. Os Estados Unidos estão em segundo, com 19 de ouro, dez de prata e 22 de bronze. A terceira posição é do Irã, que conquistou 12 medalhas de ouro, nove de prata e 11 de bronze.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!