Negócios

Supermercado testa entrega com drones nos EUA

Crédito: Reprodução / Facebook

O drone está em desenvolvimento inicial e tem capacidade de carga útil de até 5 quilos (Crédito: Reprodução / Facebook)

A Rouses Market, varejista dos Estados Unidos, anunciou uma parceria com a Deuce Drone para testar a entrega de compras por drone na cidade de Mobile, no Alabama. A expectativa da empresa é que os drones poderão entregar mantimentos em menos de 30 minutos.

Em comunicado divulgado pelo site The Spoon, a supermercadista explicou que o drone está em desenvolvimento inicial e tem capacidade de carga útil de até 5 quilos. O dispositivo será usado, inicialmente, em demonstrações planejadas.

+ Em Melbourne, população esvazia supermercados antes de novo confinamento
+ Supermercados vão parar de vender produtos de cocos colhidos por macacos

A longo prazo, a empresa afirmou que planeja usar uma variedade de drones que suportam cargas de 11 quilos. O alcance para o drone que está sendo usado atualmente, com carga útil total, é de cerca de 10 km e velocidade máxima de quase 65 km/h.

A rede também oferece o serviço de compras com entrega pelas empresas Instacart e Shipt, onde os pedidos chegam em menos de uma hora. Atualmente, o Rouses Market conta com 64 lojas ao longo da Costa do Golfo – estados americanos cujo litoral está no Golfo do México, incluindo Texas, Louisiana, Mississippi, Alabama e Flórida.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?