Tecnologia

Supercomputador chinês acelera achados com IA

Crédito: Istock

Tianhe-2 é o nome da máquina de aproximadamente US$ 385 milhões utilizada pelos chineses para pesquisas em saúde e medicina. Com a adição de Inteligência Artificial (IA), o supercomputador está mais inteligente, sendo utilizado também para pesquisa de medicamentos.

Com mais de 3 milhões de núcleos e 1,375 TiB (Tebibyte, equivalente a 1.099.511.627.776 bytes), ele consegue discernir diferentes tipos de câncer gástrico, descobrir sinais de câncer de nasofaringe, detectar de forma não invasiva doenças hepáticas e biliares.

Também foi aplicado na descoberta de três produtos que podem trazer uma nova estratégia no tratamento das complicações da Covid-19.

(Nota publicada na edição 1279 da Revista Dinheiro)