Giro

Sudeste da Austrália sofre com inundações e moradores são retirados



Por Sonali Paul

MELBOURNE (Reuters) – Milhares de moradores receberam neste domingo ordens para sair de suas casas na região sudoeste de Sydney, a maior cidade da Austrália, devido às chuvas torrenciais e aos ventos fortes que estão atingindo a costa leste do país e à previsão de que as inundações deverão ser piores do que as que atingiram a área no ano passado.

A combinação de chuvas fortes e cheias dos rios e barragens deve trazer inundações e deslizamentos de terra ao longo da costa leste australiana, desde Newcastle até Batemans Bay, no estado de Nova Gales do Sul, e a chuva deve se intensificar na noite de domingo.

“Se você esteve seguro em 2021, não acredite que estará seguro esta noite. Trata-se de uma situação em rápida evolução e podemos muito bem ver áreas afetadas que nunca sofreram inundações antes”, disse a ministra de serviços de emergência de Nova Gales do Sul, Steph Cooke, em um comunicado televisionado na noite deste domingo.




Mais cedo no dia, ela pediu às pessoas que reconsiderassem as viagens de férias, com o mau tempo no início das férias escolares.

“Esta é uma situação de emergência com risco de vida”, disse Cooke.

Mais de 200 milímetros de chuva caíram em muitas áreas, com algumas atingindo até 350 mm, disse o escritório local de meteorologia, alertando sobre riscos de inundação dos rios Nepean e Hawkesbury.