Tecnologia

Sucesso sincronizado

Crédito: Divulgação

O momento da Neogrid é de comemorar resultados históricos. Com sede em Joinville (SC), a empresa de SaaS (Software as a Service ), dados e tecnologia para gestão automatizada de supply chain, levantou R$ 486,5 milhões em seu IPO na B3, fez a aquisição da startup catarinense Smarket (de gestão de promoções) e fechou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 6,3 milhões, crescimento de 117,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida foi de R$ 58,4 milhões, alta de 15,2%. O caixa é de R$ 350,2 milhões. “Continuamos a ajudar as empresas a serem mais eficientes do ponto de vista operacional, sem excessos e sem faltas, conectando as pontas para evitar rupturas”, disse à DINHEIRO EM BITS o mexicano Eduardo Ragasol, CEO da Neogrid.

Com soluções de inteligência artificial, a companhia sincroniza a cadeia de suprimentos de empresas como Bauducco, Sony, Adidas, Unilever, Ambev e Samsung. São 150 redes de varejos, 40 mil lojas, 37 mil manufaturas e 5.000 distribuidores em sua base.

Agora, a empresa projeta sua entrada no mercado de finanças, além de renovar suas plataformas tecnológicas e desenvolver junto a parceiros e clientes ferramentas para aprimorar a entrega na ‘last mile’. “Temos um mercado muito grande de expansão no Brasil”, afirmou Ragasol.

(Nota publicada na edição 1225 da Revista Dinheiro)