Agronegócio

StoneX já não vê mais safra recorde de soja do Brasil em 2022, reduz exportações

StoneX já não vê mais safra recorde de soja do Brasil em 2022, reduz exportações

Carregamento de soja

SÃO PAULO (Reuters) – A safra de soja do Brasil 2021/22 foi estimada nesta segunda-feira em 134 milhões de toneladas, recuo de cerca de 11 milhões de toneladas na comparação com a previsão de dezembro, o que deixa a produção abaixo do recorde visto no ano passado, de acordo com relatório da consultoria StoneX.



Com o corte na projeção, em meio a uma seca que atingiu Estados do Sul do Brasil, a safra do país deverá ficar abaixo do volume de 135,5 milhões de toneladas do ciclo 2020/21, conforme números da StoneX.

“A produção foi reduzida em até um quarto em algumas regiões do Sul, enquanto regiões ao norte falharam em atingir grandes produtividades, como esperado”, disse a StoneX em nota.

A produção total de milho do país foi reduzida em 2,5 milhões de toneladas na comparação mensal, para 117,5 milhões de toneladas.

A StoneX destacou que os problemas climáticos estão associados ao fenômeno La Niña, que traz chuvas mais abundantes no Norte e no Nordeste, enquanto no Sul as temperaturas sobem e o clima se torna seco.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



A consultoria citou falta de chuvas também em Mato Grosso do Sul, o que tem prejudicados os sojicultores.

A estimativa de safra do Paraná foi reduzida de 22,4 milhões a 16,1 milhões de toneladas, segundo dados da StoneX, enquanto a produção no Rio Grande do Sul deverá somar 18,3 milhões de toneladas, versus 22 milhões na previsão anterior.

Em Mato Grosso do Sul, a projeção foi reduzida para 10,9 milhões de toneladas, ante 12,2 milhões na previsão de dezembro.

A StoneX manteve a projeção de safra de Mato Grosso em 37,8 milhões de toneladas.

Segundo a consultoria, a colheita já se iniciou em algumas áreas, mas o clima continuará causando impacto ao longo de janeiro e fevereiro, especialmente nos Estados onde há um ciclo tardio.

No Rio Grande do Sul, “a falta de chuvas paralisou os trabalhos no campo e, por esse motivo, o plantio ainda não terminou”.

EXPORTAÇÕES MENORES

Com a expectativa reduzida de produção na temporada 2021/22, StoneX diminuiu também a expectativa de exportações do Brasil, maior produtor e exportador global.

Os embarques para o exterior deverão somar 84 milhões de toneladas, versus 92 milhões de tonelada na previsão de dezembro e um recorde de 86,2 milhões de toneladas no ciclo anterior.

“Nas situações em que há menor oferta, o comércio exterior é o principal fator de ajuste da demanda”, disse a consultoria.

A StoneX projeta um aumento na demanda brasileira por soja para 49 milhões de toneladas, versus 47,5 milhões no ciclo anterior.

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI020M8-BASEIMAGE


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto

Tópicos

Updated