Geral

STJ nega anulação da transferência de Cabral para presídio em Curitiba

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Humberto Martins negou hoje (30) pedido do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral para permanecer preso no sistema prisional da capital fluminense.

Na decisão, o magistrado entendeu que não houve ilegalidade no entendimento do juiz Sérgio Moro, que determinou a transferência de Cabral para um presídio em Curitiba.

Ao transferir o ex-governador para o Paraná, Moro atendeu a pedido do Ministério Público Federal (MPF), diante da constatação de regalias a Cabral em um presídio no Rio de Janeiro. O ex-governador é réu em 20 processos e está preso preventivamente por acusações de corrupção.

A Polícia Federal (PF) usou algemas nas mãos e nos pés de Cabral durante a transferência, o que levou Moro a cobrar explicações da corporação. A PF justificou o uso dos equipamentos como medida para garantia da segurança da operação.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Sérgio Cabral