TV DINHEIRO

“Metade dos nossos 24 mil funcionários trabalha no exterior. Alguns em países como Filipinas, Romênia e Índia”, diz CEO da Stefanini



No programa MOEDA FORTE desta semana, Carlos Sambrana, redator-chefe da ISTOÉ DINHEIRO, recebe Marco Stefanini, fundador e CEO da Stefanini. Antes de virar empresário, o geólogo paulista foi professor no Objetivo, trainee no Bradesco e trabalhou em grandes empresas como Engesa e IBM. Em 1987, fundou a Stefanini em um dos quartos da sua casa. Ao longo desses 30 anos, a companhia se transformou em uma potência que fatura R$ 2,8 bilhões por ano e é a quinta empresa brasileira mais internacionalizada, de acordo com estudo da Fundação Dom Cabral. De seus 24 mil funcionários, 12 mil trabalham nos mais de 40 países que a Stefanini atua.

Neste primeiro bloco, ele fala sobre a fundação e a transformação da Stefanini. O primeiro escritório da companhia tinha 38 metros quadrados, dois funcionários e uma sala de aula minúscula. Segundo o empresário, a primeira atividade da Stefanini era o treinamento com cursos de software. Hoje, além de prestar serviços em TI, a empresa está se transformando em uma integradora digital com forte presença no exterior. “Metade dos nossos 24 mil funcionários trabalha no exterior. Alguns em países como Filipinas, Romênia e Índia”, afirma.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?