Negócios

Startup que usa psicodélicos para tratar depressão estima valer US$2,3 bi em IPO

Crédito: REUTERS/Brendan Mcdermid

Bolsa de NY (Crédito: REUTERS/Brendan Mcdermid )

(Reuters) – A Atai Life Sciences, apoiada pelo investidor bilionário Peter Thiel, disse nesta sexta-feira que quer levantar até 214 milhões de dólares por meio de uma oferta inicial de ações (IPO) nos EUA, visando uma avaliação de cerca de 2,3 bilhões de dólares.

A startup de biotecnologia com sede em Berlim, que explora o uso de tratamentos psicodélicos para transtornos mentais, disse que planeja vender cerca de 14,3 milhões de ações, com preço de 13 a 15 dólares cada.

+ Startup Buser recebe aporte de R$ 700 milhões
+ Startup cria loja virtual para pequenas e médias empresas em 5 minutos

Christian Angermayer, co-fundador da Atai, é um defensor de psicodélicos como a psilocibina, ingrediente ativo dos chamados cogumelos mágicos, para tratar depressão, ansiedade e transtornos mentais.



Lançada em 2018, a Atai arrecadou 362,3 milhões de dólares até agora, mostrou um documento regulatório.

(Reportagem de Sohini Podder em Bengaluru)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5A11T-BASEIMAGE

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago