Giro

Startup promete carro elétrico com autonomia de 725 km

Crédito: Reprodução/Lightyear

O protótipo está previsto para para o primeiro trimestre de 2021. Os primeiros 125 carros devem ser entregues até o final do próximo anos. (Crédito: Reprodução/Lightyear)

Uma startup holandesa quer produzir um carro elétrico, acessível e hiper eficiente, que consiga rodar um quilômetro e meio com o equivalente a R$ 1 de combustível graças ao uso de células solares integradas ao capô e ao teto do carro, dispensando toda infraestrutura usada normalmente para alimentar veículos elétricos – inclusive as enormes baterias.

+ Estoques de petróleo nos EUA sobem 769 mil barris na semana, diz DoE
+ Reino Unido vai proibir a venda de carros a gasolina até 2030

O protótipo do Lightyear One, como é chamado, está previsto para para o primeiro trimestre de 2021. Os primeiros 125 carros devem ser entregues até o final do próximo anos. O modelo terá autonomia de 725 km com uma carga de bateria, alimentada pelo painel solar no teto do carro.

A startup acredita que um carro com baixo consumo de energia pode ser a chave para uma adoção massiva de veículos elétricos.



A Lightyear foi fundada por um grupo de ex-alunos da Universidade de Eindhoven, na Holanda, que venceram a corrida do World Solar Challenge com seus carros solares. A startup recebeu pedidos antecipados dos primeiros 946 carros Lightyear One por um preço de reserva de € 149.000 (cerca de R$ 950 mil).

Para tornar o carro mais barato, a empresa mudou seu foco para o desenvolvimento da tecnologia básica enquanto terceirizou a produção. A expectativa é que sejam produzidos 100 mil carros por ano por volta de 2023, com o valor unitário caindo para € 50 mil.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel