Estilo DINHEIRO

Startup médica é a nova aposta bilionária do fundador do Groupon

A startup fundada há quatro anos e já contratou cerca de 700 funcionários e arrecadou mais de US$ 500 milhões, incluindo uma nova rodada de US$ 200 milhões

Startup médica é a nova aposta bilionária do fundador do Groupon

Eric Lefkofsky, fundador do Groupon e de outras cinco empresas com valor de mercado de pelo menos US$ 250 milhões cada, agora está de olho na área médica. A Tempus, com sede em Chicago, trabalha com análise de dados e testes genômicos para personalizar o tratamento do câncer. O objetivo da empresa é “realizar a medicina de precisão, reunindo e analisando dados clínicos e moleculares em escala através do poder da inteligência artificial.” Ou seja, se um paciente está com câncer, é possível por meio de testes genômicos identificar a melhor forma de atacar o cancro.

A startup fundada há quatro anos já contratou cerca de 700 funcionários e arrecadou mais de US$ 500 milhões, incluindo uma nova rodada de US$ 200 milhões. A empresa hoje é avaliada em US$ 3,1 bilhões. Segundo analistas, o atual valor de mercado da Tempus faz com que ela seja uma das empresas privadas mais valorizadas de Chicago, assim como o Groupon já foi um dia. Embora a empresa de Lefkofsky ter fechado, em 2017, um acordo de licenciamento com a Sociedade Americana de Oncologia Clínica para extrair e organizar dados de 1 milhão de registros de pacientes, a Tempus terá que enfrentar grandes concorrente pela frente. Entre eles a Foundation Medicine e a empresa de big data Flatiron Health, ambas adquiridas no ano passado pela gigante farmacêutica Roche.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel