Economia

Startup Ebanx começa a atender empresas do País

Conhecida por processar pagamentos em reais, no Brasil, para grupos estrangeiros como Airbnb e Spotify, a startup curitibana Ebanx está expandindo suas operações. Nessa segunda-feira, 1°, a empresa anunciou com exclusividade ao jornal O Estado de S. Paulo que também vai oferecer soluções de pagamentos para companhias brasileiras dentro do território nacional.

O Brasil será o primeiro, entre os oito países nos quais a Ebanx atua, a receber a novidade – em 2020, a previsão é de que mexicanos, colombianos, chilenos e argentinos também possam pagar por serviços locais em suas próprias moedas. Segundo a Ebanx, o serviço será aberto para alguns parceiros selecionados pela startup e chegará ao mercado no segundo semestre.

Wagner Ruiz, cofundador da startup, diz que a novidade já estava nos planos da companhia. “Decidimos focar primeiro em uma parte da operação. Agora, com ela mais consolidada, percebemos que era a hora certa de ampliar nossas ofertas.”

Segundo Ruiz, mais de 350 empresas brasileiras já se mostraram interessadas no serviço. As duas primeiras a usar a nova solução são o espaço de escritórios compartilhado paranaense Aldeia e o time de futebol Clube Athletico Paranaense, que adotaram a ferramenta na semana passada.

Para que a nova função surgisse, a startup se desmembrou: a Ebanx continua voltada a transações para empresas estrangeiras, enquanto uma nova empresa, a Ebanx Pagamentos, foi criada para o mercado local. O grupo, diz Ruiz, pretende fechar o ano com 700 funcionários para dar conta da operação.

Fundada em 2012, a Ebanx foi listada pela consultoria Distrito como uma das startups brasileiras cotadas a virar unicórnio – com valor de mercado superior a US$ 1 bilhão.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel