Negócios

Startup Alice capta mais de R$ 700 milhões com alternativa ao plano de saúde

Crédito: Divulgação/ Alice

Sócios-fundadores da Alice: Matheus Moraes (à esq.), André Florence e Guilherme Azevedo (Crédito: Divulgação/ Alice)

A healthtech Alice anunciou, nesta terça-feira (21), uma captação de US$ 127 milhões (R$730 milhões ) em rodada liderada pelo SoftBank Latin America Fund (SBLA).

“A rodada com esses investidores mostra que estamos no caminho certo de pensar na gestão de saúde com foco em resultados de longo prazo, sem buscar atalhos”, disse André Florence, CEO e cofundador da Alice, em entrevista à Exame. 



+Dólar recua ante real, mas fica longe de mínimas do dia em meio a riscos externos e locais

A empresa está em operação há 18 meses e tem como objetivo oferecer um produto diferente dos planos de saúde convencionais. Ela deve encerrar o ano com mais de 7 mil clientes, número dez vezes maior do que o registrado no início do ano, quando ela tinha 674 pacientes. O crescimento é de 30% ao mês.

O aporte é liderado pelo SoftBank Latin America Fund e acompanhado pelos fundos Kaszek e ThornTree Capital Partners, que já haviam participado de rodadas anteriores. Os novos investidores, como Allen & Company LLC, G Squared, Globo Ventures, StepStone, vão fazer companhia aos fundos Canary, Endeavor Catalyst e Maya Capital, que seguem como acionistas. 

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


A startup deve voltar o seu foco para a captação de clientes corporativos de pequeno e médio porte, já que recentemente comprou a Cuidas, especializada nesse mercado, estimado em mais de 5 milhões de pessoas na cidade de São Paulo.