Dinheiro e Tecnologia

Spotify estuda aumentar preço de seu serviço premium

O serviço de streaming começará a testar o aumento de 13% no pacote básico do Spotify Premium na Escandinávia

Spotify estuda aumentar preço de seu serviço premium

O Spotify é líder mundial do mercado de música na internet - AFP/Arquivos

Serviço de streaming musical mais usado no planeta, o Spotify estuda aumentar o preço de sua assinatura premium em todo o mundo, segundo informações da Bloomberg. Países da Escandinávia serão os primeiros a receber o aumento de 13% em suas contas pagas. Nos Estados Unidos, o plano básico do Spotify Premium atualmente custa US$ 15 e passaria a custar US$ 17 com o aumento. Já no Brasil, o plano atual de R$ 16,90 passaria para R$ 19.

A escolha pelo aumento inicial na Escandinávia foi por conta da dominância do Spotify na região – a empresa foi fundada na Suécia – e de acordo com os resultados iniciais naquela região, irá aumentar os preços no resto do mundo.

Um dos motivos que levou o serviço de streaming a estudar os aumentos foi a diminuição de arrecadação geral nos últimos meses, causada pelas promoções oferecidas pelo Spotify para aumentar o número de assinantes pagos pelo serviço. Além de preços especiais para estudantes, o streaming também ofereceu pacotes de assinatura em parceria com o aplicativo de vídeos on-demand Hulu.