Economia

SPA: Projeto de túnel entre Santos e Guarujá deve entrar na privatização


A Santos Port Authority (SPA), antiga Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), sugeriu ao governo do Estado inserir o projeto de construção de um túnel entre Santos e Guarujá na privatização do porto, afirmou o presidente da SPA, Casemiro Tércio Carvalho.

O comentário sobre o túnel veio dentro da explicação de Carvalho sobre aprimoramentos na estrutura do porto que a administração pode não conseguir antecipar antes da privatização. “O próprio túnel é algo que pode entrar na privatização”, disse, citando também o aprofundamento do canal.

O projeto de ligação seca entre Santos e Guarujá tem levantado polêmica. O Governo do Estado de São Paulo, na gestão anterior, fez a opção pelo túnel. Já nesta gestão, fez-se a opção pela ponte. A possibilidade de a instalação de um limitador artificial no maior porto da América Latina tem preocupado o setor, uma vez que os navios estão cada vez maiores e a ponte pode dificultar o trânsito das embarcações.

Recentemente, o setor apresentou um novo projeto de ligação seca por meio do túnel, com redução de custos. O projeto anterior estava custado na casa dos R$ 3,2 bilhões, contra os R$ 2,9 bilhões estimados para a construção da ponte. A nova proposta prevê um túnel otimizado, ao custo de R$2,5 bilhões (por meio de redução sobretudo nas desapropriações) com ligações perimetrais no valor de R$ 1 bilhão.