Giro

SP prevê vacinar crianças sem comorbidades a partir de fevereiro

Crédito: Divulgação / Gov SP

O governo paulista realizou nesta sexta-feira, 14, uma cerimônia para marcar o início da campanha para a faixa etária de 5 a 11 anos (Crédito: Divulgação / Gov SP)

O menino Davi Seremramiwe Xavante, de 8 anos, indígena aldeado da tribo Xavantes, foi a primeira criança a ser vacinada contra a covid-19 no Estado de São Paulo. O governo paulista realizou nesta sexta-feira, 14, uma cerimônia para marcar o início da campanha para a faixa etária de 5 a 11 anos. Outras dez, entre crianças com deficiência, com comorbidades e quilombolas, também receberam a vacinação de forma simbólica ontem no Hospital das Clínicas.



Secretário executivo da pasta de Saúde estadual, Eduardo Ribeiro especificou os prazos estimados para a campanha de vacinação infantil em São Paulo. A ideia do governo paulista é imunizar todo o grupo prioritário entre os dias 14 de janeiro e 10 de fevereiro. A imunização por idade começaria, então, na segunda quinzena de fevereiro. Indo de 11 anos até 9 anos (parcialmente) até o final do segundo mês do ano.

+ Indígena foi a primeira criança vacinada em São Paulo

Esses prazos, porém, dependem do repasse de doses de vacina pediátrica contra covid-19 pelo governo federal. São Paulo recebeu 234 mil doses destinadas a crianças, distribuídas pelo Ministério da Saúde. O público-alvo prioritário do Estado, no entanto, é de 850 mil crianças.

O levantamento desse número foi feito pelo próprio governo estadual. A estimativa da União é receber 4,3 milhões de imunizantes pediátricos da Pfizer até o final de janeiro.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



A capital paulista deve começar a vacinação infantil contra a covid-19 a partir da segunda-feira, 17. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), reforçou que o Estado tem capacidade de vacinar cerca de 250 mil crianças por dia. Para isso, contou, foram compradas 9 milhões de agulhas e seringas, além de profissionais terem recebido treinamento para imunizar os mais novos em 5.200 postos e 268 escolas.

Coronavac

O governo paulista também espera que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove a vacina da Coronavac para o público de 3 até 11 anos ainda na semana que vem. A coordenadora de controle de doenças da Secretaria estadual da Saúde, Regiane Cardoso de Paula, adiantou que, com aval do órgão, há possibilidade de vacinar “toda” essa população. Já o secretário Ribeiro afirmou que há 12 milhões de doses do imunizante em São Paulo.

Pré-candidato à presidência da República pelo PSDB, o governador Doria tenta antecipar a aplicação da vacina infantil no Estado. O presidente Jair Bolsonaro, por outro lado, tem se manifestado contra a imunização de crianças e adiou o início da campanha, mesmo após a aprovação da Anvisa.

Doria destacou que, caso o governo federal tivesse se prontificado em iniciar a vacinação assim que a agência deu aval, em 16 de dezembro, todas as crianças brasileiras já teriam recebido ao menos uma dose. “Um governo que retarda a vacina para crianças por motivos ideológicos é um governo desumano”, declarou.

Ato

O evento de ontem foi semelhante ao que foi realizado em 17 de janeiro de 2021, quando a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, zona leste de São Paulo, com perfil de alto risco para complicações da covid-19, recebeu a Coronavac no braço – inclusive as vacinas foram aplicadas pela mesma enfermeira, Jéssica Pires de Camargo.

O pai de Davi, cacique Jurandir Seremramiwe, chefe da etnia xavante no Mato Grosso, participou da cerimônia por videochamada. “Que seja tomada a vacina. Não esquecer o uso da máscara, o distanciamento. E aí, para a nova geração, será seguro quando voltarem às aulas”, disse. “Que o resto do Brasil possa fazer essa campanha, para que amanhã tenhamos alegria e sorriso. Vacina é importante”, continuou. Davi, que é portador de uma deficiência motora, mora em Piracicaba, no interior do Estado, e realiza tratamento no Hospital das Clínicas.

O primeiro lote de vacinas pediátricas com 1,2 milhão de doses da Pfizer, a única autorizada pela Anvisa a ser aplicada nesta faixa etária até o momento, chegou ao Brasil na madrugada de quinta-feira, 13. A remessa desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (São Paulo).

A imunização para a faixa etária de 5 a 11 anos deve ter atendimento preferencial ao público com deficiências, comorbidades, indígenas e quilombolas.

Outros estados

Além de São Paulo, outros Estados começaram a vacinação infantil ontem. Em Pernambuco, por exemplo, uma menina de 11 anos com síndrome de Down foi a primeira criança vacinada. Ela foi imunizada na Associação Afeto, no Recife.

Em Minas Gerais, horas depois de o Estado receber o primeiro lote com 110 mil doses de vacinas infantis, um menino de 10 anos com autismo recebeu o imunizante em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto

Tópicos

As crianças serão vacinadas em ordem decrescente de idade autorização de pais autorização por escrito cadastro vacina covid cadastro vacina sp calendário vacinação infantil coletiva de imprensa doria hoje ao vivo coletiva joao doria coletiva joao doria hoje comorbidade comprovante de vacinação consulta pública da vacina infantil ministerio da saude CORONAVÍRUS/VACINAÇÃO/CRIANÇAS/SP/INÍCIO/CALENDÁRIO/AMPLIA criança Crianças de 5 a 11 anos de idade com deficiência permanente ou comorbidade Crianças que vivam em lares com pessoas de alto risco para evolução grave de Covid crianças quilombolas e indígenas Crianças sem comorbidades doria medidas restritivas doria restrições sp dose de reforço doses para o público infantil doses pediátricas da vacina exigência de receita médica para a vacinação de crianças governo de SP governo não exigirá prescrição médica para a imunização de crianças de 5 a 11 anos imunização dos menores noticias de hoje novas medidas restritivas novas restrições em sp ordem de prioridade Organização Pan-Americana de Saúde paralisia infantil vacina covid passaporte de vacinação Pfizer pré cadastro infantil pre cadastro vacina pronunciamento doria hoje sobre quarentena quando começa a vacinação infantil? quem vacina primeiro receita médica para a vacinação RESCRIÇÃO MÉDICA sp.gov.br login vacina infantil covid anvisa vacina infantil covid brasil vacina infantil covid calendario vacina ja cadastro sp vacina ja guarulhos vacina ja sao paulo vacina já sp vacina pediátrica vacinação Vacinação crianças Vacinação crianças 2ª dose Vacinação crianças a partir de que idade Vacinação crianças doses Vacinação crianças eficácia Vacinação crianças Idade Vacinação crianças imunidade Vacinação crianças postos Vacinação crianças Qual vacina Vacinação crianças Quando começa Vacinação crianças são Paulo Vacinação de crianças Vacinação de crianças contra Covid-19 vacinação de crianças de 5 a 11 anos vacinação infantil contra covid vacinação infantil covid vacinação infantil covid brasil vacinação infantil covid sp vacinação SP vacinometro sp