Economia

S&P: notas do BTG Pactual e de mais 17 instituições não são afetadas

O rebaixamento da nota soberana do Brasil de BB para BB- pela agência de classificação de risco S&P Global não afetou 18 instituições financeiras e seguradoras do País, cujos ratings ficaram inalterados.

De acordo com a S&P, as notas não estão limitadas pelas classificações soberanas e, portanto, não são imediatamente afetadas pelo downgrade soberano.

Segue a lista das companhias não afetadas:

BRB – Banco de Brasília S.A.

Banco do Estado do Para S.A.

Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais S.A. – BDMG

Banco BTG Pactual S.A.

Banco Daycoval S.A.

Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A.

Paraná Banco S.A

Banco Pan S.A.

Banco Paulista S.A.

Banco Inter S.A.

Banco Pine S.A.

Banco Mercantil Do Brasil S.A.

Banco Fibra S.A.

Haitong Banco de Investimento do Brasil S.A.

Caruana S.A. – Sociedade de Credito, Financiamento e Investimento

J. Malucelli Seguradora S.A.

J. Malucelli Resseguradora S.A.

Terra Brasis Resseguros S.A.