Só agora, Eike?

Só agora, Eike?

Eike Batista foi preso por pagar US$ 16,5 milhões em propinas ao ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral. Ok, justo. Mas há quem sustente que, se o Brasil fosse um País sério, Eike deveria estar atrás das grades há muito mais tempo. E não por pagar propinas, mas pelo que ele fez no mercado de capitais com as suas empresas do mundo X, deixando um rastro de prejuízos bilionários a milhares de acionistas. “Ele cometeu crimes de insider trading e manipulação de mercado”, diz Marcio Lobo, advogado do escritório Jorge Lobo Advogados, que representa a associação de minoritários Aidmin. “Mesmo sabendo que não havia petróleo em alguns poços da OGX, ele não soltava fato relevante, usava o Twitter pedindo para as pessoas comprarem suas ações.”

Só isso, Eike?

O advogado, que já sofreu uma queixa de Eike por calúnia e difamação (não ratificada pelo empresário na Justiça), já venceu algumas batalhas contra o senhor X. Uma delas se refere a uma ação em que Lobo alegou a irregularidade de uma assembleia de acionistas da OGX, realizada em 2014, na qual Eike aprovou as próprias contas da empresa. “Ele era o CEO e controlador da OGX, não podia fazer aquilo”, diz Lobo. Em 2015, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) deu ganho de causa ao advogado e proibiu Eike de exercer cargo administrativo em uma empresa de capital aberto por cinco anos.

(Nota publicada na Edição 1004 da revista Dinheiro, com colaboração de: Cláudio Gradilone, Luís Artur Nogueira e Márcio Kroehn)

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Selic cai, o prédio sobe

Embalado pela queda da Selic, o mercado de incorporação tem atraído recursos diretamente de pessoas físicas e jurídicas para o [...]

Quem quer dinheiro?

Dinheiro na mão pode ser vendaval, mas também a solução para muitas empresas no atual momento econômico. Para agilizar a concessão de [...]

Chama no zap

Um dos apps mais populares dos brasileiros, o WhatsApp também é o canal preferido para compartilhar anúncios em troca de criptomoedas. É o que mostra levantamento da WiBX. Seis em cada dez produtos ou serviços são divulgados por este meio. O Facebook corresponde a 30% e o Twitter, aos 10% restantes. O valor médio de […]

Danone dobra a aposta

Marca que se tornou sinônimo de produto no mercado de iogurtes, especialmente depois do memorável slogan “Danoninho vale por um [...]

Luta pela sobrevivência

Em tempos de pandemia, aumentar o fluxo de caixa é questão de ordem para as empresas. E uma decisão urgente pode fazer toda a [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.