Giro

Snap e Twitter estão apoiando a resposta da Índia ao TikTok

Crédito: Reprodução/Divulgação

Grupo de investidores acaba de despejar meio bilhão de dólares na Mohalla Tech, uma startup indiana que possui o app Moj - espécie de TikTok indiano (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Snap e Twitter estão entre um grupo de investidores que acaba de despejar meio bilhão de dólares na Mohalla Tech, uma startup indiana que possui a plataforma de mídia social ShareChat, bem como Moj – espécie de TikTok – como um aplicativo que cresceu em popularidade desde que o original chinês foi proibido na Índia no ano passado.

+ Aplicativo de áudio Clubhouse lança recurso de monetização para criadores de conteúdo

A rodada de financiamento de US$ 502 milhões foi liderada pelas firmas de investimento Tiger Global e Lightspeed Venture Partners, e elevou a avaliação da Mohalla Tech para um pouco mais de US $ 2 bilhões, disse a empresa em um comunicado na quinta-feira (8). Este é o primeiro investimento do Snap na empresa, enquanto o Twitter participou de duas rodadas anteriores, disse um porta-voz do ShareChat à CNN Business.

A arrecadação de fundos catapulta a Mohalla Tech para o crescente clube de unicórnios indianos, ou startups de tecnologia avaliadas em mais de um bilhão de dólares. Até agora, 2021 foi um ano excelente para o ecossistema de startups indiano, com pelo menos oito outras empresas adquirindo o status de unicórnio.

A Mohalla Tech, fundada em 2015, arrecadou mais de US $ 766 milhões em seis rodadas de financiamento. Tem 280 milhões de usuários em seus dois produtos – ShareChat e o aplicativo de vídeo curto Moj.

Este último foi lançado menos de dois dias depois que o governo do primeiro-ministro Narendra Modi proibiu o TikTok e outros aplicativos chineses em junho do ano passado. Moj diz que já acumulou 120 milhões de usuários ativos por mês, mostrando o grande interesse da Índia em encontrar alternativas para aplicativos chineses populares que permanecem proibidos no país.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel