Sinal de alerta

Sinal de alerta

Desde o início do isolamento social decorrente da Covid-19, tornou-se comum a publicação de posts em redes sociais mostrando a recuperação do meio ambiente. A realidade, no entanto, é bem mais dura. Estudos do Global Carbon Project indicam que a quantidade de metano continua a crescer. Cerca de 28 vezes mais perigoso que o dióxido de carbono (CO2), o gás pode aquecer a temperatura da Terra em 3°C a 4°C até o final do século. Desde o ano 2000, o volume adicional do gás despejado na atmosfera é de 50 milhões de toneladas/ano. Segundo especialistas, os vilões são o alto consumo de gás natural e de carne.

(Nota publicada na edição 1182 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

MRV planta 1,2 milhão de árvores

Enquanto alguns queimam florestas, outros plantam. Somente no primeiro semestre deste ano, a construtora MRV plantou 93.976 árvores — o [...]

Cinema solar e solidário

Criatividade, compromisso ambiental e social. Tudo junto e misturado. Essa é a essência do projeto Cinesolar, realizado pela Brazucah [...]

Limites para os agroquímicos

O Carrefour, primeira grande rede de supermercados a vender frangos orgânicos no mundo, segue forte na pressão de exigir alimentos mais [...]

Parque para o mico-leão-dourado

Considerado animal em risco de extinção, o mico-leão-dourado ganhará um parque ecológico com seu nome em Silva Jardim (RJ). Previsto [...]

Oceanos sufocados

A cada visita à praia, a cena se repete: conforme a tarde cai, mais plásticos se veem na areia. No dia seguinte, tudo limpo de novo. O [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.